Almaviva EPU 2016 – Vinho Tinto Chileno

R$ 695,90

Tinto rico em aromas, apresenta notas de frutas como groselha negra, cereja e amora, sobre toques de chocolate amargo, tabaco, anis e caramelo, além de traços minerais. Em boca é encantador, sedoso, fresco, com corpo entre médio e encorpado, mostrando uma deliciosa integração entre os aromas frutados e os provenientes do carvalho, com longo final. Epu significa o número dois, na língua do povo Mapuche, o que se justifica pelo fato deste vinho ser elaborado conforme o mesmo conceito dos segundos vinhos dos renomados châteaux franceses, tendo suas uvas provenientes do mesmo vinhedo do Almaviva. Trata-se de um exemplar de raro refinamento, e extremamente exclusivo devido a sua produção limitada.

Fora de estoque

SKU: ChAlmaTPEpu_PuAl16 Categoria:
Tinto Seco de Puente Alto - Chile
uvas:
Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, Carménère, Merlot
Teor Alcoólico: 14% (750ml)
Temperatura ideal de consumo: 16ºC
Potencial de Guarda: 10 anos
Decantação:30 minutos

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.

Vinícola

Almaviva

Em 1997 a Baronesa Philippine de Rothschild, e o senhor Eduardo Guilisasti Tagle, Presidente de Vinícola Concha y Toro, fecharam um acordo com a visão de criar um vinho Premium Franco-Chileno excepcional, chamado Almaviva, a primeira colheita foi imediatamente um sucesso internacional, logo após seu lançamento no mercado em 1998.
O nome Almaviva, apesar de soar espanhol, vem da literatura clássica francesa: O Conde de Almaviva, o herói das bodas de Fígaro, a famosa comédia de Beaumarchais.
A etiqueta exibe o nome de ‘Almaviva’ com o manuscrito original de Beaumarchais. Duas grandes tradições assim unem suas mãos para oferecer ao mundo inteiro uma promessa de excelência e prazer.

Uvas

Cabernet Franc

A casta Cabernet Franc dá origem a vinhos varietais repletos de aromas de ameixas e amoras, notas herbáceas e até florais, como violeta. Possui um corpo médio e taninos longos, que indicam boa guarda. Devido a excelente acidez encontrada nos vinhos, eles são ideais para harmonizações com queijo de cabra, queijo feta, cogumelos, quiche de espinafre e ervas aromáticas.

Cabernet Sauvignon

A casta Cabernet Sauvignon é resultado do cruzamento das uvas Cabernet Franc e Sauvignon Blanc. Tal uva é uma das mais famosas e a mais bem-sucedidas tintas do mundo. Os vinhos tintos elaborados são encorpados e concentrados, com taninos potentes e muitas vezes envelhecidos em carvalho para que o vinho fique mais complexo e macio. Alguns podem durar muito tempo, e podem também ser elegantes e complexos, enquanto outros são mais intensos e exuberantes.

Carménère

A uva Carménère é originária da França, e foi levada ao Chile no século XIX. Durante muito tempo a uva Carménère foi confundida com a casta Merlot. Os vinhos tintos da casta possuem coloração rubi violácea acentuada sendo muito utilizada na elaboração de vinhos varietais. A escolha do seu nome está associada a cor da sua pele, um rubi tão forte, que lembra o carmim.

Merlot

A casta Merlot produz vinhos tintos mais macios e frutados, podem ser bastante exuberantes e ricos. Os vinhos produzidos com a uva possuem uma textura sedosa, podem ser densos e encorpados ou saborosos e fáceis de beber. Seu aroma costuma ser refinado e apimentado, com toques de frutas vermelhas e escuras, como a groselha e a amora, além de chocolate e especiarias.

Região

Puente Alto